Páginas

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Descomplica: como encontrar a tarraxa do brinco que caiu

TV Ana Maria   






Pão de doce de leite e ameixa-preta

Rende 16 porções

Karla Precioso
Receita de Pão de doce de leite e ameixa-preta | <i>Crédito: Ormuzd Alves
 Crédito: Ormuzd Alves


Ingredientes
Massa
  • 1 tablete de fermento biológico fresco (30 g)  
  • 4 colheres (sopa) de açúcar  
  • 1 ovo  
  • 1 xícara (chá) de água morna  
  • ½ xícara (chá) de leite em pó  
  • 5 xícaras (chá) de farinha de trigo  
  • 1 gema batida para pincelar 
Recheio
  • 1 lata de leite condensado cozida na pressão  
  • 150 g de ameixa-preta, sem caroço, picada 
Modo de preparo - Massa: em uma tigela, misture o fermento com o açúcar. Junte o ovo, a água, o leite em pó e a farinha. Trabalhe a massa até se soltar das mãos e ficar lisa. Cubra e deixe descansar por 30 minutos. Recheio:misture o doce de leite e a ameixa. Reserve. Montagem: abra a massa com um rolo, recheie com a mistura de doce de leite e modele o pão. Coloque em uma forma de bolo inglês untada com margarina. Cubra e reserve por 20 minutos. Pincele com a gema e asse no forno, preaquecido, até dourar.Calorias por porção: 228
Revista Ana Maria




'Êta mundo bom!': Braz dá golpe em Ilde e ela volta a trabalhar no dancing







Braz e Ilde em "Êta mundo bom!"
Braz e Ilde em "Êta mundo bom!" Foto: Rede Globo/Divulgação
Ilde (Guilhermina Guinle) será castigada no fim de "Êta mundo bom!". A megera vai ser abandonada por Braz (Rômulo Netto) e voltará a trabalhar no dancing. Ao chegar em casa, Ilde se surpreende ao ver o companheiro com as malas prontas. "Eu raspei a conta. Transferi tudo para meu nome. Em outro banco", diz ele. Ela não entende: "Mas... uma parte era minha. A maior parte". "Usou o verbo no tempo correto, Ilde. Era. Veja só a minha situação. Quis ser justo com minhas irmãs, dei a elas parte do que Diana (Priscila Fantin) pegou de papai com a venda da casa. Fui verificar. Não era suficiente para eu viver durante os estudos de Diplomacia. Aí apareceu você, a dizer que arrancou o dinheiro de seu ex-marido. Achei justo tirar de você também. Passei para minha conta. Você foi muito boba de acreditar em mim, depois de Diana tê-la avisado. Eu pensei. Será que o amor torna as pessoas burras?", pergunta ele.
Ilde fica chocada e Braz fala que nunca a amou. "Vou para o Rio de Janeiro agora. Estas são minhas malas, como percebeu. Mas vou sozinho. Quanto a amor... Sabe, quando voltei para São Paulo, obrigado por meu pai, deixei uma moça lá no Rio. Filha de um grande diplomata. A família não me aceitava. Mas agora que hei de estudar Diplomacia, eu serei um genro bem-vindo. Ilde, agradeço. Graças a você serei um bom diplomata. Fez um bem". Ilde o chama de cínico e pergunta o que fará. "Problema seu. O aluguel está pago até o fim do mês. Só lhe digo uma coisa. Eu nunca te amei. Nem amaria uma mulher cínica, interesseira. Eu soube que até maltratava um menino que estava na cadeira de rodas, seu enteado. Você merece o que fiz. Ah, sim. Eu me dei ao luxo de comprar uma passagem de avião para o Rio de Janeiro. Agradecido. Agora, adeus", fala ele, que pega as malas.
Ela pede que ele não vá embora e diz que o ama. "Largue-me, Ilde. Tenha ao mínimo respeito por si própria. Adeus, já lhe disse. Adeus", responde ele. Sem saída, Ilde pede emprego a Clarice (Marianna Armellini). "Como disse dona Paulina (Suely Franco), a proprietária de um dancing não deve guardar mágoas. Pode voltar. Mas como uma dançarina qualquer. Agora eu recebo os clientes importantes. Você só ganhará por dança. Já é um favor que lhe faço. Enxugue as lágrimas. Tem que estar bela essa noite", diz a nova dona do dancing.
Siga-me no Twitter: @carla_bit


fonte http://extra.globo.com


REDETV!: MARCO ANTÔNIO DE BIAGGI SOBRE TER VENCIDO LUTA CONTRA CÂNCER: "NÃO QUERO MAIS AQUELA VIDA QUE EU TINHA"

Marco Antônio de Biaggi sobre ter vencido luta contra câncer: “Não quero mais aquela vida que eu tinha”

Amaury Jr. conversou com o cabeleireiro Marco Antônio de Biaggi, o cabeleireiro mais famoso do Brasil, que abriu sua casa para mostrar como vem se recuperando e falar de sua vontade de voltar a trabalhar. Ainda na entrevista exclusiva, que vai ao ar nesta quarta (24), à 00h30, Biaggi ressalta que sua fé esteve presente o fez forte em todos os momentos de sua luta contra o câncer.

O hairstylist, que já cuidou dos cabelos de mais de mil capas de revista, revela o desejo de produzir Vera Fischer, a única famosa que ainda não passou por suas mãos. No bate-papo, conta pretende voltar à ativa em breve em seu salão, mas avisa que passará a ter uma rotina mais tranquila e aproveitar um pouco mais o momento presente. “Viver o hoje, o agora. Tudo o que passou, passou. O futuro? Quero saber apenas minha agenda daqui uma semana, nada mais! Quero fazer as coisas sem pressa, respirando... sem aquela preocupação: eu tenho que acabar logo, porque eu tenho uma capa para fazer. Eu trabalhava de segunda a sábado no salão e fazia fotos aos domingos, que é quando elas (artistas) estão de folga da novela. Eu achava o máximo falar: Eu não sei o que é folga, Eu trabalho de domingo a domingo... Eu não quero mais aquela vida que eu tinha. Eu vou voltar ao salão, é meu dom, eu nasci pra isso, eu gosto de fazer isso, só que ao invés de trabalhar 12 horas, eu vou trabalhar 7 horas”.

Biaggi também relembra o período que ficou internado após descobrir uma pneumonia e problemas cardíacos. “Quando achei que estava curado do linfoma, descobri que estava com pneumonia, que era cardíaco, lógico, estava debilitado por conta da quimioterapia. Eu perdi 30kg, mas nunca derrubei uma lágrima, tinha certeza absoluta que ficaria bom”, comenta ele, que ainda atribui o poder da fé em seu processo de recuperação. “Fiquei seis meses desacordado, “ligado” numa máquina, e sou o único sobrevivente do hospital. Eles me chamavam de ‘Highlander’ no hospital. É uma máquina que faz as funções dos pulmões e filtra o sangue. Fui celebrado como primeiro sobrevivente desse equipamento. Eu não tinha forças nem para rezar, acho que rezei tanto antes que tinha feito minha cota. Acredito muito na força da mente e eu estava deitado lá, de olho fechado, e ficava imaginando: eu na minha casa, andando pelo calçadão de Copacabana, que eu adoro, com o sol escaldante em minhas costas, saudável”.

Ainda na atração, ele revela ter tido uma experiência fora de seu corpo. “O que eu tive foi a sensação que a cama tremia muito e eu também sentia uma paz muito grande, que não tinha explicação, porque eu sabia de tudo que estava acontecendo. Eu também me vi flutuando da cama, eu ia e voltava.  Num dia em que estava muito mal,  senti um cheiro muito forte de rosas, e eu tenho uma fé absurda em Nossa Senhora de Fátima. Eu sentia o cheiro e pensava: ‘mas aqui não tem perfume, é tudo higienizado com álcool fortíssimo!’  e eu sentia esse cheiro de rosas e essa paz. Nunca tive desespero”, finaliza.

A entrevista completa irá ao ar no Programa Amaury Jr. desta quarta (24), à 0h30, pela RedeTV!

*Crédito foto: Divulgação RedeTV!


S.O.S CÃES E GATOS



'Malhação' tem melhor estreia dos últimos nove anos





Aline Dias e Deborah Secco em "Malhação"
Aline Dias e Deborah Secco em "Malhação" Foto: Raphael Dias/Gshow/Divulgação
“Malhação: Pro dia nascer feliz” teve a melhor estreia entre as nove temporadas anteriores. No Rio, o primeiro capítulo da novela marcou 28 pontos e 45% de participação. “Malhação” não tinha esse índice desde a temporada estrelada por Thaila Ayala e Fiorella Mattheis.
A novelinha teve grande destaque nas redes sociais também. Durante a exibição, a trama recebeu 39,4 mil depoimentos no Twitter (crescimento de 17% em comparação com o primeiro capítulo da temporada anterior) e a hashtag #Malhação entrou nos Trending Topics mundiais. A protagonista Joana, interpretada por Aline Dias, foi muito elogiada pelo público, tanto pela beleza quanto pela personalidade. Aliás, sua frase "tá pra nascer o homem que vai bater em mim", dita ao padrasto, foi replicada por 17,2 mil seguidores.



Siga-me no Twitter: @carla_bit


fonte:http://extra.globo.com




Luiz Fernando Guimarães confessa durante Programa Amaury Jr.: "O humor não pode transitar numa área boazinha. Ele tem que ser conflituado"

Nesta terça-feira (23), o apresentador Amaury Jr. recebe em seu programa o ator Luiz Fernando Guimarães, que durante um bate-papo descontraído fala sobre a vida profissional e o sucesso de sua peça "O Impecável", em cartaz em São Paulo. 
Durante a conversa, o humorista conta para Amaury Jr. que embora possua muitas comédias em seu portfólio, ele "não sabe contar piadas". "As pessoas me acham engraçado, mas só fiz personagem estressado", brinca.
Em relação à peça, feita por Charles Möeller e Claudio Botelho, Luizé questionado sobre a tarefa de interpretar oito personagens durante um único espetáculo. "Quando me propuseram isso, eu pensei 'caramba? Como é que eu vou fazer isso?' e, realmente, foi um desafio", conta.
Embora haja uma linha tênue entre o humor e a realidade, muitos comediantes às vezes são acusados de preconceito ou homofobia, por exemplo. Para Luiz Fernando Guimarães, o "humor não pode transitar numa área boazinha. Ele tem que ser conflituado". E para defender seu lado, pontua: "Há uma diferença entre o que você fala e o que você fala e cristaliza, porque se cristaliza, toma uma proporção que não deveria ter tomado", diz.
'Programa Amaury Jr.' foi ao ar nesta terça-feira (23), à 00h30, pela RedeTV! 

*Crédito foto: Divulgação RedeTV!

Comédia "UM DIA A CASA CAI" estreia dia 2 de Setembro no Sesc Tijuca

Foto: Trívia Produções – Babi Xavier, Renato Calvet, Juliana Martins e Igor Cotrim

O Teatro I do Sesc Tijuca recebe a partir de 2 de setembro a comédia “Um dia a casa cai” da americana Mary Donoghue. Nessa montagem dirigida por Rose Abdallah, traduzida e adaptada por Paulo Reis, o público constatará que ainda vivemos, apesar de toda a liberação e de todo o crescimento feminista, amarrados a regras ancestrais impostas que se mostram difíceis de romper.

Com  diálogos rápidos bem humorados, e literalmente demolindo o cenário, a peça fica em cartaz de sexta a domingo, 20h, até o dia 25 de setembro e retrata a vida de uma típica família de classe média à beira das falências financeira e emocional. Expondo desejos, escolhas e conflitos diários.

Na trama, Luiza (Juliana Martins) é casada com Zé (Igor Cotrim), um arquiteto desempregado que, por não conseguir construir coisa alguma, vem destruindo paulatinamente a casa dos dois por dentro, e a cada parede derrubada vai demolindo também a falsa aparência da família feliz. Agarrada ao bordão “por fora bela viola, por dentro pão bolorento”, ela ainda sonha com Thomaz (Renato Calvet), um namorado imaginário que poderia ter lhe dado um presente bem melhor do que atual, caso ela não tivesse dado o mau passo de rejeitá-lo tantos anos antes. A visita de Bibi (Babi Xavier), sua melhor amiga, faz com que as duas revisem o plano, ou seja, as fantasias que ambas nutrem para escapar dos escombros de suas vidas.

Por vezes lembrando “Como se livrar da coisa”, de Eugene Lonesco, mas também sempre com um pé em “Dona Flor e seus dois maridos”, de Jorge Amado, a peça vai questionando as opções na vida da mulher contemporânea dividida entre o amor e a carreira, bem como os critérios de avaliação para essas opções.

Paulo Reis manteve com muita fluência o absurdo do texto, trazendo os conflitos dessa família americana de  classe média para a nossa atmosfera. “Estão totalmente inseridos nos nossos costumes tanto as preferências de indumentária da dona da casa, o projeto das malocas desenvolvido pelo marido arquiteto, os dotes culinários da amiga aspirante a atriz, e as canções do ex-namorado imaginário.”

SINOPSE  – Comédia retrata a vida de uma típica família de classe média à beira das falências financeira e emocional. Expondo desejos, escolhas e conflitos diários.



Assessoria de Imprensa    
Minas de Ideias Comunicação Integrada



Ralf e Felipe são grandes amigos em 'Sol Nascente'






Ralf e Felipe são grandes amigos em "Sol Nascente"
Ralf e Felipe são grandes amigos em "Sol Nascente" Foto: Cesar Alves/Rede Globo/Divulgação
Ralf (Henri Castelli) e Felipe (Marcelo Faria) são grandes amigos em “Sol Nascente”. Mas em função do ciúme de Ralf pela irmã, Lenita (Leticia Spiller), Felipe prefere manter em segredo o relacionamento com a dona do bar Rota 94. Até que Ralf flagra Felipe e Lenita juntos. No início, o tatuador explode, mas depois acaba aceitando o namoro da irmã com Felipe e ainda torce para que seja duradouro.
Siga-me no Twitter: @carla_bit


fonte http://extra.globo.com




REDETV! - NÚBIA ÓLIIVER SOBRE ABORTO DO FILHO DE ALEXANDRE FROTA: "A GENTE OCASIONOU A PERDA"




Núbia Óliiver sobre aborto do filho de Alexandre Frota: “A gente ocasionou a perda”
Durante o programa SuperPop desta segunda-feira (22), apresentado por Luciana Gimenez, a modelo Núbia Óliiver encarou a Máquina da Verdade e falou sobre algumas polêmicas das quais já esteve envolvida. Dentre elas, a mineira desmentiu afirmações de seu ex-affair Alexandre Frota ao assumir que o aborto do filho do ator não foi espontâneo. “A gente ocasionou a perda [do bebê]”, afirmou.
Na sequência, Luciana Gimenez a questiona se houve arrependimento e Núbia nega. “O filho é um vínculo muito grande que você tem. (...) Mas eu não queria ter um filho com o Alexandre Frota”.
Dentre as polêmicas que surgiram durante o quadro, a modelo contou que já tomou veneno de rato, pois “realmente queria morrer”, além de desdenhar da relação com jogadores de futebol: “Você consome e joga fora”, disse.
Com apresentação de Luciana Gimenez, o programa SuperPop vai ao ar, ao vivo, às segundas e às quartas-feiras, às 22h45, pela RedeTV!.
*Crédito foto: Divulgação RedeTV!




Novela de Aguinaldo Silva vai ter um vilão gay




Autor lançará o livro na segunda-feira, dia 25 de julho, na Zona Sul do Rio de Janeiro
Autor lançará o livro na segunda-feira, dia 25 de julho, na Zona Sul do Rio de Janeiro
O vilão da próxima novela de Aguinaldo Silva vai ser gay. Ele será uma espécie de auxiliar da vilã, um perfumista que fabrica essências. “Isso vai provocar polêmica porque os gays acham que todo gay tem que ser do bem e não é assim, né? Antes do gênero, são pessoas. Isso independe da orientação sexual”, diz o autor, que volta a escrever ao ar às 21h em 2018 (duas novelas vão ao ar antes).

Siga-me no Twitter: @carla_bit


fonte http://extra.globo.com




Valesca Popozuda relata relacionamento abusivo: 'Muitas ameaças de morte'

Valesca Popozuda recebeu ameaças de morte de um namorado
Valesca Popozuda recebeu ameaças de morte de um namorado Foto: Jorge Bispo/ divulgação


Antes de alcançar o sucesso nacional, Valesca Popozuda passou por momentos difíceis que ela relata em sua biografia "Sou dessas". Um deles foi quando, aos 17 anos, a cantora de "Beijinho no ombro" se viu envolvida num relacionamento abusivo, com agressões e ameaças de morte. Ela lembra a história no livro.
"Convivi com ele por um ano e alguns meses. No início era uma pessoa maravilhosa, boa, tinha um papo agradável. Ele era muito atencioso. Como eu era novinha, acreditava que o ciúme era normal, que era um jeitinho de mostrar que me amava... Até que o ciúme foi aumentando e ele me proibiu de ter amigos homens... Logo após essa proibição veio a intervenção das roupas que eu usava... O cara queimou diversos shorts e blusas curtas meus. Eu sabia que era por ciúme, mas achava que não tinha nada demais... A gota d´água aconteceu numa festa...
Meu namorado foi dominado pela fúria e saiu me arrastando pelo braço na frente de todo mundo. Eu tentava me desvencilhar, mas ele, por ser bem mais forte, me arrastou até o canto e disse que eu estava me oferecendo para todo mundo... Quando cheguei em casa e fui arrumar minhas coisas, ele gritava e batia na porta, dizendo que dali eu não sairia. Se eu insistisse na ideia, sairia dali morta. Fiquei gelada, acuada... Temia pela minha vida e pela da minha mãe. Um dia esperei ele sair para trabalhar e fugi para a casa de uma conhecida. Fiquei lá por alguns dias, até que ele descobriu. Recebi muitas ameaças de morte e insultos".


fontehttp://extra.globo.com



Deborah Secco avalia trajetória: 'Tive uma carreira muito equilibrada'

De volta à TV em 'Malhação' e estrela do 'Camarim Gshow', atriz se derrete por Maria Flor, rasga elogios ao marido e faz balanço sobre os 27 anos de profissão
Por Do Gshow, Rio
Com mais de 20 novelas no currículo, sucesso de bilheteria no cinema, carreira consolidada, a família que tanto sonhou e uma filha linda de viver, Deborah Secco está solar. Com 27 anos de carreira e há dois longe da TV, a atriz de 36 anos encara o desafio de conciliar a maternidade com a vida profissional. Após dar à luz Maria Flor, Deborah agora se divide entre os cuidados com a pequena e a rotina de gravações para viver Tânia, em Malhação - Pro Dia Nascer Feliz. E é da história de sua personagem na telinha que vem a inspiração para as fotos do Camarim Gshow, com o tema que foi um pedido da própria atriz: "homenagear a mulher real". 
Deborah Secco aceitou nosso convite para ser estrela do ‘Camarim Gshow’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)Deborah Secco aceitou nosso convite para ser estrela do ‘Camarim Gshow’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Ao aceitar o convite do Gshow, Deborah se desfez de toda e qualquer vaidade e encarnou, de peito aberto, três profissões de mulheres fortes: mecânica, pintora e gari. Durante a sessão de fotos, é notório de onde vem toda sua leveza e alegria de viver: o marido, Hugo Moura, liga o tempo inteiro para saber da amada, e a família não para de enviar fotos e vídeos da filha, "a coisa mais importante de sua vida".
O único pedido da atriz foi de ‘homenagear uma mulher real’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)O único pedido da atriz foi de ‘homenagear uma mulher real’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Entre uma troca de cenário e outra, o inesperado. José Mayer avista Deborah em meio ao trânsito dos carrinhos elétricos dos Estúdios Globo e lhe pede um beijo, seguido de um abraço afetuoso. Já na carona, os dois relembram os bons momentos vividos durante Laços de Família, lamentam a falta de tempo e desejam sucesso um ao outro. E também falam, claro, de Maria Flor! Por ora, aos olhos de quem presencia o encontro, Íris e Pedro se confundem. Dá para entender o porquê da garota, que roubou a cena na trama de Manoel Carlos, ser eleita por ela como “uma das personagens que mais amou fazer”.
Despida de todo glamour, ela encarna três profissões de mulheres fortes (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)Despida de todo glamour, ela encarna três profissões de mulheres fortes (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
E reforça a importância da mulher: ‘Sempre busquei minha independência’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)E reforça a importância da mulher: ‘Sempre busquei minha independência’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Especialista na arte de atuar, ela também é craque na hora de se deixar fotografar. E, acredite: chegou a hora de ver uma Deborah diferente de tudo que você já viu! Confira a entrevista completa e as fotos do Camarim Gshow:
Atriz fala sobre retorno à TV em 'Malhação': ‘É incrível voltar com esse elenco’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)Atriz fala sobre retorno à TV em 'Malhação': ‘É incrível voltar com esse elenco’ (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Você surpreendeu ao pedir uma proposta totalmente nova de Camarim. Qual a mensagem que gostaria de passar com esse ensaio?
Minha vontade era mostrar para as pessoas o quanto é difícil ser mulher, o quanto é difícil esse acúmulo de funções. Hoje em dia temos muitas mães solteiras criando seus filhos sozinhas, com filhos de pais não assumidos e eu tenho realmente essa vontade de mostrar a minha visão. Vivo a minha vida, que por acaso é pública e serve de incentivo para quem gosta de mim, de uma forma muito clara. Sempre busquei minha independência, a igualdade entre eu e o meu marido na hora de cuidar da minha filha, a nossa igualdade dentro de casa. Respeito o meu marido da mesma forma que gosto que ele me respeite. Somos seres humanos, a gente não tem que ser classificado como mulher, homem, negro, branco, gay... Temos direito de sermos felizes, de sermos como queremos ser, independente da opinião do próximo.
Gshow

Moda festa: inspire-se nos looks de Sandy Manequim


Casal que divide as tarefas transa mais

Agora é comprovado, machismo só estraga prazer...

Texto: Letícia Gerola
Casal que divide as tarefas transa mais | <i>Crédito: Shutterstock
Crédito: Shutterstock


Analisando dados colhidos desde os anos 50, estudo da Cornell University, nos Estados Unidos, constatou que, quanto mais um casal divide igualmente as tarefas domésticas, maior a frequência sexual dele. 

Para se ter ideia da diferença: pares que compartilham as obrigações do lar transam quase sete vezes mais (!) por mês do que aqueles cujas mulheres cuidam da casa sozinha.
Fonte:Viva Mais

Nathalia Dill muda os cabelos de novo para novela e fala do sonho de ser mãe

FLORENÇA MAZZA
Nathalia Dill (Foto: Divulgação)Nathalia Dill (Foto: Divulgação)
Nathalia Dill, que já havia descolorido os cabelos para sua próxima novela, "Rock story", encarou uma maratona de nove horas num salão, no Rio, com o cabeleireiro Marcos Padilha, para mais uma etapa da transformação. A atriz fez retoques no louro e colocoumegahair para viver Júlia, uma das irmãs gêmeas que interpretará na trama de Maria Helena Nascimento para a faixa das 19h. Mas só ficará assim por dois capítulos: em breve, a atriz cortará e escurecerá os fios.
- A Júlia será uma fugitiva, então terá de mudar muito para se disfarçar. Até que assumirá a identidade da irmã gêmea, Lorena, e então ficará bem parecida com ela - adianta Nathalia.
Na história, Júlia será uma professora de balé que, por uma armação do namorado, vivido por Caio Paduan, acabará acusada de tráfico de drogas, mesmo sendo inocente.
- A irmã saberá que Júlia está usando os seus documentos. Elas não são muito diferentes, mas pelo o que eu já li no roteiro, a Júlia é mais delicada, mais ingênua. A Lorena é ambiciosa, é do mundo - conta ela.
A atriz, que acabou de interpretar a vilã Branca em "Liberdade, liberdade", disse que o convite para fazer duas personagens numa mesma trama foi um desafio irrecusável:
- Assisti a 'Orphan black' e uma mesma atriz fazia oito personagens. Mas eram personagens icônicos. Aqui, nesta novela, as diferenças entre as duas são sutis. Cada uma tem vários coloridos.
Nathalia começou a gravar nesta terça, 23, as suas primeiras cenas como Júlia. Para a personagem, a atriz também voltou a praticar balé clássico.
- Eu sempre dancei, desde os 2 anos. Fiz jazz, balé clássico, ginástica rítmica. Na minha lembrança, os passos não eram tão difíceis como me pareceram agora - brinca ela, que fez 30 anos em março.
Namorando há dois anos o ator Sergio Guizé, com quem contracenou em "Alto astral" (2014), Nathalia diz que sempre sonhou em ser mãe. Mas, por ora, não pretende engravidar:
- A gente fica meio perdida entre o tempo biológico e o tempo social. Ainda não sei quando vai acontecer, mas não será por agora. Por enquanto, estamos curtindo as crianças que estão à nossa volta. O Sergio tem dois sobrinhos e eu ganharei mais um em breve.
Nathalia Dill (Foto: Divulgação)Nathalia Dill (Foto: Divulgação)
Nathalia Dill (Foto: Divulgação)Nathalia Dill (Foto: Divulgação)
fonte:http://kogut.oglobo.globo.com
RAFAEL DESIGN

Sandy: afinada na música e na moda

Dona de uma voz marcante e de uma silhueta mignon, a cantora mostra personalidade quando o assunto é moda

Texto: Juliana Cazarine
Inspire-se nos looks de Sandy, estrela da edição de julho da Manequim | <i>Crédito: GUSTAVO ARRAIS

Crédito: GUSTAVO ARRAIS

Aos 33 anos de idade, Sandy acumula números impressionantes. Afinal, já são 26 anos de carreira. Com o irmão Junior Lima, com quem formou a dupla Sandy&Junior até 2007, lançou 17 discos e vendeu mais de 17 milhões de cópias. Desde 2010, quando se lançou em carreira solo, apresentou quatro álbuns, sendo um EP (disco com cinco músicas). Meu Canto, gravado no Teatro Municipal de Niterói, no Rio de Janeiro, é o mais recente deles e marcou a volta da cantora aos palcos após dois anos de pausa. A ausência tem um bom motivo: o nascimento do filho Theo, em 2014. Um dos hits do novo disco, a canção Me Espera, que ela compôs e produziu em parceria com o cantor Tiago Iorc e o marido, o também músico Lucas Lima, alcançou o primeiro lugar no ranking de downloads do iTunes apenas dois dias após o lançamento. No YouTube, já são mais de 5 milhões de visualizações desde maio. Talento, carisma e profissionalismo explicam tamanho sucesso. 
DETALHISTA 
Quando começa um novo trabalho, Sandy planeja além da parte musical e faz questão de participar da composição do figurino. “Gosto de variar o cabelo a cada álbum e pensar muito bem no visual para a capa do CD, porque é o que vai ditar todo o figurino dos shows e eventos de divulgação”, diz. A cantora conta com a ajuda da stylist Picida Gonçalves para se vestir quando tem compromissos profissionais, exceto no Superstar, reality musical da TV Globo. “A produção apresenta looks que têm a ver comigo e eu decido o que quero usar. Na edição de 2015 usei roupas bem ‘rock’n’roll’ e gostei bastante”, afirma. No dia a dia, o humor é determinante para a escolha do visual. “Às vezes quero ser fina; outras, boho. Não tenho um estilo só. Gosto de looks hi-lo (um mix entre peças luxuosas e descoladas): sapatos maravilhosos de salto – dos quais nunca abro mão – com uma calça destroyed, uma blusa básica e uma joia ou bijuteria”, diz. Sandy tem uma silhueta sequinha e sabe bem como valorizá-la. “Não sou escrava da moda. É bacana conhecer as tendências, mas é importante associá- las ao caimento das roupas. Gosto de cintura marcada e peças que alongam. Saia mídi e calça flare com a barra muito ampla nem sempre funcionam para mim”, explica. Desde criança, a cantora é independente ao se vestir. “Aos 8 anos eu já fazia sozinha as minhas malas de viagem e escolhia as roupas que queria usar. Sempre gostei de decidir tudo, afinal, temos que estar felizes com o que vestimos, não é?”, indaga. Ao olhar para trás, entretanto, desaprova alguns looks antigos. “De vez em quando tenho uns momentos ‘meu passado me condena’. A década de 1990 foi complicada. Vejo uma foto e penso: ‘Por que essa bota, gente? Não está bom, não’”, diverte-se. “Mas estava adequada à época. Todo mundo passa por isso, mas pode esconder. Já eu, não. Está tudo exposto na internet”, brinca.
ROTINA DE BELEZA
Apaixonada por maquiagem, Sandy nunca sai de casa sem estar usando, no mínimo, corretivo, máscara de cílios, blush e batom clarinho ou gloss. “Não vivo sem”, diz. Para manter a pele impecável, segue uma rotina rigorosa de beleza: “Lavo o rosto de manhã e à noite com sabonete específico para o meu tipo de pele, que é mista, mais para oleosa. Depois, uso loção tônica suave. À noite, aplico hidratante e creme para a região dos olhos. De manhã, sérum e protetor solar”, conta. A cantora herdou a vaidade da mãe, Noely Lima. “Quando eu tinha uns 3 anos de idade, a via se maquiando e queria fazer o mesmo”, revela.
EDIÇÃO DE MODA: LALÁ NAVARRO
BELEZA: Henrique Mello (Agência First) Studium Maison Recife
fonte:Manequim
Roda de Cura